quinta-feira, 2 de junho de 2011

Caixa diferente







O que quer uma mulher






Um bebê nasce. O médico anuncia: é uma menina! A mãe da criança, 
então, se põe a sonhar com o dia em que a sua princesinha terá um 
namorado de olhos verdes e casará com ele, vivendo feliz para sempre. 
A garotinha ainda nem mamou e já está condenada a dilacerar corações. 
Laçarotes, babados, contos de fadas: toda mulher carrega a síndrome de 
Walt Disney. 
Até as mais modernas e cosmopolitas têm o sonho secreto de encontrar 
um príncipe encantado. Como não existe um Antonio Banderas para todas, 
nos conformamos com analistas de sistemas, gerentes de marketing, 
engenheiros mecânicos. Ou mecânicos de oficina mesmo, a situação não 
anda fácil. Serão eles desprezíveis? Que nada. São gentis, nos ajudam 
com as crianças, dão um duro danado no trabalho e têm o maior prazer 
em nos levar para jantar. São príncipes à sua maneira, e nós, 
cinderelas improvisadas, dizemos sim! sim! sim! diante do altar; mas, 
lá no fundo, a carência existencial herdada no berço jamais será 
preenchida. 
Queremos ser resgatadas da torre do castelo. Queremos que o nosso 
pretendente enfrente dragões, bruxas, lobos selvagens. Queremos que 
ele sofra, que vare a noite atrás de nós, que faça tudo o que o José 
Mayer, o Marcelo Novaes e o Rodrigo Santoro fazem nas novelas. 
Queremos ouvir "eu te amo" só no último capítulo, de preferência num 
saguão de aeroporto, quando ele chegará a tempo de nos impedir de 
embarcar. 
O amor na vida real, no entanto, é bem menos arrebatador. "Eu te amo" 
virou uma frase tão romântica quanto "me passa o açúcar". Entre 
casais, é mais fácil ouvir eu "te amo" ao encerrar uma ligação 
telefônica do que ao vivo e a cores. E fazem isso depois de terem se 
xingado por meia-hora. "Você vai chegar tarde de novo? Tenha a santa 
paciência, o que é que você tanto faz nesse escritório? Ontem foi a 
mesma coisa, que inferno! Eu é que não vou prepar o jantar para você 
às dez da noite, te vira. Tchau, também te amo." E batem o telefone 
possessos. 
Sim, sabemos que a vida real não combina com cenas hollywoodianas. 
Sabemos que há apenas meia dúzia de castelos no mundo, quase todos 
abertos à visitação de turistas. Sabemos que os príncipes, hoje, andam 
meio carecas, usam óculos e cultivam uma barriguinha de chope. Não são 
heróicos nem usam capa e espada, mas ao menos são de carne e osso, e a 
maioria tentaria nos resgatar de um prédio em chamas, caso a escada 
magirus alcançasse o nosso andar. Não é nada, não é nada, mas já é 
alguma coisa. 
Dificilmente um homem consegue corresponder à expectativa de uma 
mulher, mas vê-los tentar é comovente. Alguns mandam flores, reservam 
quarto em hotéizinhos secretos, surpreendem com presentes, passagens 
aéreas, convites inusitados. São inteligentes, charmosos, ousados, 
corajosos, batalhadores. 
Disputam nosso amor como se estivessem numa guerra, e pra quê? Tudo o 
que recebem em troca é uma mulher que não pára de olhar pela janela, 
suspirando por algo que nem ela sabe direito o que é. ......... 
Perdoem esse nosso desvio cultural, rapazes. Nenhuma mulher se sente 
amada o suficiente.


Martha Medeiros

Vestidos de Noiva




A escolha do vestido da noiva é sem dúvida algo de suma importância, pois reflete a concretização de um sonho.
Para muitas noivas será o vestido mais caro que usará em toda a sua vida, além do mais bonito.
Acredito que a escolha deva refletir o estilo da noiva .
Para mim é fundamental que seja observado alguns detalhes, como o conforto, já pensou não conseguir respirar de tão apertado, ou pior, ficar pisando toda hora no vestido?
São detalhes que podem atrapalhar, caso a noiva não tome alguns cuidados mínimos.

Veja a matéria sobre Vestidos de Noivas:

"Existem diversas silhuetas de vestidos de noiva, mas o seu vestido de noiva deve ser um que seja adequado ao seu tipo de corpo, que a faça sentir LINDA! Logo que o vista. As silhuetas de vestidos de noiva mais populares são:

Linha A: este tipo de vestido de noiva detém uma silhueta simples, que vai abrindo e formando um A. Este tipo de vestido de noiva favorece a maioria dos corpos e das silhuetas femininas, sendo por isso muito popular.


Império: a ênfase neste vestido é dada à parte superior do corpo, pois a partir da zona do peito o vestido abre-se, formando a cintura na parte mais estreita do corpo. Este vestido é usualmente um vestido elegante que pode ser sem mangas ou com manga cava, existindo numa diversidade de decotes. Este estilo pode ser indicado para quem tem peito grande, ou para quem tem uma silhueta menos perfeita.
Sereia: este vestido de noiva é um vestido de noiva justo ao corpo que abre a partir da zona do joelho. Este tipo de vestido de noiva pode ser muito conveniente para uma noiva curvilínea, um pouco ao estilo da Jennifer Lopez.
Tubo: um vestido de noiva simples e bastante sofisticado que usualmente segue as curvas do corpo, num estilo Audrey Hepburn. Este vestido é indicado para um corpo bem tonificado. Pode ser usado mais ou menos justo ao corpo, dependendo da sua vontade de evidenciar as suas curvas…."
Baile: este tipo de vestido de noiva é constituído por uma parte superior justa ao tronco. A partir da cintura natural forma-se uma espécie de saia com mais ou menos roda dependendo dos gostos de cada noiva. A parte superior do vestido também pode ser feita num corpete, separada da parte inferior (saia rodada). Este vestido de noiva é óptimo para disfarçar uma anca mais larguinha, dando ênfase à parte superior do tronco.


Uma seleção de vestidos que acho show.























Casamento religioso com festa


Despesas



São inúmeros itens a serem pensandos, planejados para no fim serem concretizados com sucesso.
O prazo para se realizar um casamento varia entre no máximo 1 ano e no mínimo 4 meses , tudo depende, é claro, de cada caso concreto.
Quanto maior o prazo para planejar, maiores as chances de escolhas, em todos os aspectos.
Por exemplo, é possível conjugar a igreja com o local da recepção para que sejam próximos e os convidados não precisem deslocar de uma ponta a outra da cidade.
É possível  mandar confeccionar o vestido dos sonhos para o primeiro aluguel, por exemplo.
E o mais importante, é possível economizar, pois com prazo, as opções de fornecedores serão maiores e o casal poderá escolher o que melhor atenda às suas expectativas .   
Vou fazer uma lista que com certeza não estará completa e aos poucos vou voltando ao post para acrescentar o que for lembrando.
A melhor coisa é o casal criar uma planilha no excel para este fim, para quem não sabe fazê-la há vários sites que fornecem dowload de planilhas de custos.


Despesas  

Taxa da Igreja
Curso de noivos
Decoração da Igreja
Música Igreja
Cerimonial para a Igreja
Cerimonial para recepção
Aluguel Salão de Festa
Decoração Salão de Festa
Convites e envelopes
RSVP ( opcional)
Save the date ( opcional)
Menu (opcional)
Place Cards ( opcional)
Missal ou Programa de casamento ( opcional)
Cartão de agradecimento
Calígrafo
Livro de presença
Kit Toilett
Chá de cozinha, Chá Bar Ou Chá de Lingerie
DJ ou Banda
Lembrança para os convidados
Lembrança para os Padrinhos e Pais
Aliança
Vestido Noiva
Jóia ou Bijoteria
Lingerie
Acessórios
Arranjo de Cabeça
Buquê da noiva
Buquê das daminhas
Arranjo de cabeça das daminhas
Sapatos Noiva
Dia da Noiva (maquiagem e penteado)
Traje do Noivo
Dia do Noivo
Sapato Noivo
Gravata
Flores da lapela
Vestido das daminhas
Roupa do pajem
Hotel para noite de núpcias
Fotografia
Vídeo
Buffet
Bebidas
Bolo
Aluguel carro que levará a noiva
Manobrista
Estacionamento
Lua de mel ( passagem, hospedagem e outros gastos)

Noivos e Padrinhos


Trajes

.


Primeiramente, ao falar um pouco sobre a vestimenta do noivo, se faz necessário distinguir os estilos encontrados no mercado.

Pesquisando sobre o assunto cito o site que achei bem objetivo e parece ser leal às informações, ou seja, ter experiência sobre o assunto. (http://www.maximusrigor.com.br/)

Uma apresentação das principais roupas à rigor tradicionais.

FRAQUE - É originário do "hábito do frade". Fazia parte do guarda-roupa do homem elegante de 1840, na Inglaterra, onde, até os dias atuais só é utilizado durante o dia. No Brasil ele é considerado formal e usado durante à noite. Sua modelagem lembra um pinguim, com duas abas longas atrás, sem corte na cintura. O modelo tradicional que é usado na Inglaterra durante o dia é composto de paletó grafite e calça risca-de-giz. No Brasil o mais usado à noite é o "fraque preto" com paletó e calça da mesma cor. O fraque mais curto é chamado fraquete.

MEIO-FRAQUE - É uma versão tropical do fraque. O modelo tradicional nada mais é do que um "fraque curto" do comprimento e um paletó normal, mas com apenas um botão que deixa à mostra a camisa e a gravata. Utiliza-se com um colete de lã cinza e a camisa pode ser social ou a rigor, conforme o estilo desejado. Os meio-fraques são muito usados pelos padrinhos de casamento e já existem versões modernas como o meio-fraque de 3 botões com paletó e calça na cor grafite e colete em cetim visom na cor chumbo. Está muito em moda substituir o colete de lã cinza por colete em cetim prata.

CASACA - Do francês "casaque". É o traje mais formal e só deve ser usado à noite, em casamentos importantes. Há casacas com ou sem gola. Tem o paletó cortado na altura da cintura, na parte da frente formando um "W". As lapelas podem ser ou não em cetim e os mais tradicionais têm 3 botões de cada lado. As casacas que têm a aba de traz mais curta são chamadas meia-casacas.

TÚNICAS TRADICIONAIS - A mais antiga é a Dolman que é bem fechada imitando o estilo indiano. Mais adiante surgiram as "tunicas abertas" para mostrar mais a gravata. Dizem que os ternos foram originados a partir das túnicas. Atualmente existem muitas versões de túnicas que são a grande vedete do mercado.

SMOKING - Nos Estados Unidos são conhecidos com "Tuxedo" (lá não existe a acepção da palavra), homenagem a um clube onde o mesmo foi lançado por um socialite de nome Griswold Lorillard em 1866. Tornou-se peça formal ao longo do tempo, com o aprimoramento das versões até chegar-se nos paletós atuais. Passou pelo modelo jaquetão de abotoamento duplo cm 4 botões (smoking jacquet) e hoje há versões de 1 - 2 ou 3 botões (smoking europeu). As golas evoluíram de gola tipo xale (arredondadas) para gola de bico (lapelas pontudas) e gola social aberta (<). Devem ser sempre usados com camisa rigor, plissada preferencialmente, com gravata borboleta e faixa horizontal na altura da cintura. Entretanto para o noivos não recomendamos smoking tradicional com gravata borboleta, mas as versões de 2 ou 3 botões com colete e gravata tipo plastrom ou italiana. O prata é uma boa combinação.

TRAJES SOCIAIS:  são ternos de cor escura. O blazer ou paletó de cor diferente da calça é considerado traje Esporte Fino. Os ternos do tipo jaquetão, ou seja, paletó trespassado de abotoamento duplo (com 4 ou 6 botões) caiu em desuso. Os ternos da hora são os paletós de 2 ou 3 botões com cortes italianos, mas os clássicos ainda são bem aceitos e mais econômicos.



OUTROS TRAJES TRADICIONAIS - Os mais conhecidos foram o Summer, Dinner Jacquet, Rafinatti e Jaquetão Rigor (conhecido com Europa) que caíram em desuso há tempos e por esta razão nem vamos entrar em detalhes.
 
 
Mas afinal,  que os noivos devem usar?
 
"De acordo com a tradição pais e padrinhos devem seguir o noivo, se ele usar terno, devem também usar terno,se optar pelo fraque eles devem usá-lo.
Porém, hoje em dia muitos noivos estão preferindo se vestir diferente dos padrinhos, o que é considerado de muito bom tom, além de distinguir o noivo dos demais.
Uma outra maneira de diferenciar o noivo é a utilização da flor da lapela, o noivo pode usar uma flor branca ou outra que esteja no buquê da noiva e os padrinhos poderão usar um cravo vermelho ou alguma flor escolhida pelos noivos que seja diferente da usado pelo noivo.
Se o noivo optar por usar fraque ou meio fraque os padrinhos poderão usar terno, mas o contrário é inadmissível.  
Recomenda-se que pais e padrinhos aluguem o traje na mesma loja para não haver muita diferença entre eles." (http://www.noivasonline.com/padrinhos.htm).
 
Eis as sugestões retiradas do Blog da Maximos Rigor, loja especializada em aluguel de trajes masculinos: 
 
 
"Vez por outra surge uma dúvida. Deve ou não o noivo usar Meio-Fraque?

Veja esta pergunta que uma noiva fez ao portal delas.ig.com.br :

"Gostaria de saber se o noivo pode casar de meio fraque. Meu casamento será à noite. Segundo uma atendente de uma loja, meio fraque é mais indicado para padrinhos. É isso mesmo?"

A resposta das consultoras da Wedding & Co. foi:

"Shirlei, meio fraque é chiquérrimo! Muito mais bacana do que fraque inteiro. Você pode fazer o do seu noivo num tom mais escuro que o dos padrinhos para diferenciar. Faça essa opção que é nossa preferida!"

Confesso que esta resposta me surpreendeu. Dizer que Meio-Fraque é mais bacana do que um Fraque não é justo. Elas poderiam até reconhecer que preferem o Meio-Fraque ao Fraque por gosto pessoal, mas nunca, jamais fazer tal afirmação. Não tenho dúvida que o Meio-Fraque é chique (não chiquérrimo), mas atualmente esta roupa tem sido muito usada pelos padrinhos em quase todos os casamentos mais elegantes. Se os padrinhos vestirem tal traje nossa recomendação é que o noivo vista uma outra roupa diferenciada para não ficar perdido no meio de tantas pessoas iguais. Se algum convidado não conhecer o noivo vai ter dificuldade de fazer a distinção, mesmo que o paletó seja de outra "cor mais escura" (obviamente preto). Se o noivo optar por Meio-Fraque deve recomendar Ternos aos padrinhos e encomendar um traje novo como primeiro aluguel, sob medida, feito exclusivamente para ele, pois a maioria destes trajes nas lojas de aluguel são industrializados e possuem modelagem padrão, além de possuir maior desgaste devido ao maior giro entre os padrinhos (que sempre são em maior número). Parabéns para a atendende da loja onde a noiva Shirley foi (que desconhecemos o nome). Ela tem razão ao dizer: "meio-fraque é mais indicado para padrinhos".

Uma opção para os noivos que querem se vestir de maneira mais simples é um Terno de boa qualidade com colete (mesmo que seja de outra cor) ou um Meio-Fraque de 3 botões com calça na cor do paletó ou mesmo risca-de-giz. Há também a opção do Smoking Europeu (mais elegante) com colete prata e gravata plastrom ou italina. Não verdade os trajes chiquérrimos do momento são asTúnicas e os Fraquetes com cortes retos e modernos. Vestir um traje tradicional (Fraque, Casaca, Dolman) é uma questão de estilo, clássico ou moderno. Tudo muito elegante, muito caprichado, de acordo com a formalidade do casamento e o gosto pessoal.

E os Padrinhos?

A regra é clara: os padrinhos de casamento em hipótese alguma devem usar uma roupa mais sofisticada que a do noivo. Podem até usar o mesmo traje, como o meio-fraque, por exemplo. Mas se o noivo estiver de terno, os padrinhos não podem usar um meio-fraque. Os noivos é que devem orientar os padrinhos sobre o tipo de traje que deve ser usado.

Veja a reportagem retirada do site http://www.noivasecia.com.br/


"Participar como testemunha ocular de uma doce união é privilégio para pouquíssimos, ainda mais quando somos convidados para ser o padrinho de casamento. E a escolha do traje merece atenção e cuidado, principalmente a roupa de padrinho. Para começar o processo de escolha, a primeira coisa que deve ser feita é verificar com a noiva se existe alguma preferência de modelo por parte dela, caso não haja, cabe a você escolher o que melhor combina com seu estilo.

A roupa de padrinho em casamento informal deve ser elegante, mas ao mesmo tempo deve ser singela, e numa cerimônia realizada ao ar livre o traje social é bem-vindo. Entretanto, é possível deixar o terno de lado e usar uma calça social e uma camisa que combine com a cor proposta para a ocasião. Os sapatos devem sempre combinar com a vestimenta, porém a cor preta é neutra e combina com quase tudo.

Uma boa alternativa é conversar com a noiva e conferir se existe alguma tonalidade ou mesmo um traje que seja da preferência dela. Caso ela escolha o modelo da roupa, assim como as madrinhas, os padrinhos também devem fazer este esforço e vestir-se de acordo com o pedido dela. Coloque na balança a amizade, o carinho que ela e o noivo tem por você e analise que para deixar este momento perfeito tudo é possível.

O terno combina com qualquer tipo de cerimônia, apenas é preciso um certo cuidado na hora de escolher a cor do mesmo. Até porque, casamentos que acontecem no período da manhã exigem uma tonalidade mais clara, tais como: bege, areia ou cinza-claro. Já nas cerimônias realizadas no período da tarde o grafite, bege e azul-marinho.

Nos casamentos noturnos, acaba se tornando a verdadeira prova de que os modelos de trajes mais simples podem ficar verdadeiramente sofisticados. Neste período especificamente, a tonalidade preta, azul-marinho e cinza escuro combinam muitíssimo com a ocasião. Antes de fazer a reserva do traje, converse com o estilista e verifique qual modelo combina mais com seu estilo e tipo físico.


Para as celebrações formais, o meio-fraque é o mais indicado para cerimônias realizadas durante o dia e o fraque para os casamentos que acontecem no período noturno. A casaca também é considerada um traje extremamente formal, por isso, é importante verificar com o casal de noivos o que eles desejam para este momento especial e singular na vida deles.

Caso a noiva queira que todos os padrinhos usem o fraque durante a cerimônia, saiba que a presença de um cravo oferece um toque de charme ao traje e transforma a ocasião em puro requinte. Conforme os preceitos da etiqueta, os noivos devem dar preferência pelo cravo branco e os padrinhos devem usar os vermelhos.

Os trajes masculinos também merecem tanta atenção quanto o processo de escolha do vestido da noiva. Na maioria das vezes, as roupas sóbrias e elegantes deixam uma marca expressa de puro charme e requinte. E a roupa do padrinho, deve ser vista com antecedência para que no grande dia todos os ajustes já tenham sido feitos e o modelo esteja perfeito em seu corpo.(Fabiana de Oliveira).

Dicas e cuidados ao alugar um traje:

•Traje queimado com brilho característico;

•Marcas de costura nas costas devido aos constantes ajustes;

•Furos ou queimaduras de cigarro;

•Defeitos de costura devido à má qualidade da mão-de-obra;

•Lapelas de cetim arranhadas nos smokings;

•Roupas muito desgastadas revelando a falta de renovação dos estoques;

•Falta de higienização, com odores de mofo, suores, perfumes e sujeiras.

O que evitar:

 Meias brancas: as meias devem sempre combinar com a cor da calça.

Meias curtas: quando o noivo estiver sentado, jamais pode aparecer um pedaço de sua perna. A meia deve cobrir toda a pele.

Gravatas inapropriadas: de cores berrantes e que ultrapassam a fivela do cinto. Além disso, elas não podem ser frouxas ou muito largas, pois dá a impressão de noivo desleixado!

NÃO USE:

Trajes claros, mesmo no verão.

Camisas escuras ou estampadas, gravatas temáticas.

Trajes moderninhos, roupas em veludo (engordam na foto) ou seda lustrosa.

Sapatos esportivos (mocassins inclusive).

Camisas com colarinhos abotoados (são esportivas).

Cintos esportivos (os cintos sociais devem combinar com o sapato).

Trajes coloridos (caem de moda).

Paletó e calça diferente ou Blazer.Gravatas vermelhas ou pretas.

Meias ou sapatos coloridos ou claros.

Roupas com ombreiras ou muito amplas.

Mangas ou comprimento muito longo no paletó.

Fraque







Fraquete
 
Meio Fraque  


Smoking Europeu com colete prata e gravata italina.



Túnicas e Ternos